Notícias

18 de agosto de 2017 às 11:23h

​CNI/FIEPI apresentam 2º Diálogo da Rede Sindical da Indústria

No Piauí, os interessados em participar do evento devem se dirigir à sala de videoconferência, localizada no 5° andar do prédio da FIEPI

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com as federações estaduais, realizará o 2º Diálogo da Rede Sindical da Indústria, no dia 21 de agosto, em Brasília.

Com o tema “Modernização trabalhista: impactos sobre o ambiente de negócios”, o encontro mobilizará líderes e executivos dos sindicatos empresariais da indústria, assim como gestores e especialistas das federações estaduais e da CNI. O evento é uma iniciativa do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) e ocorre das 14h às 16h, com transmissão por videoconferência para todo o país.

No Piauí, os interessados em participar do evento, que vai das 14h às 16h, devem se dirigir à sala de videoconferência, localizada no 5° andar do prédio da FIEPI, em Teresina. “É um avanço importante no caminho da modernização das relações do trabalho no Brasil”, ressalta o presidente da FIEPI, Zé Filho. Segundo ele, discussão não poderia vir em melhor momento.

No último dia 13, o presidente Michel Temer sancionou a Reforma Trabalhista. As novas regras entram em vigor em novembro, por isso sindicatos industriais precisam estar preparados para orientar as empresas representadas a lidar com as mudanças. Para a CNI, a lei valoriza a negociação coletiva e prestigia o diálogo entre empresas e trabalhadores, que poderão encontrar soluções pactuadas para seu dia a dia, como já prevê a Constituição.

O Diálogo será estruturado em quatro momentos. Primeiramente o deputado Daniel Vilela, presidente da Comissão Especial da Reforma Trabalhista na Câmara dos Deputados, apresentará um panorama das mudanças. Em seguida, a gerente-executiva de Relações do Trabalho da CNI, Sylvia Lorena, abordará os impactos que a Reforma deve gerar sobre o ambiente de negócios. No terceiro momento, o presidente do Conselho Temático de Relações do Trabalho da CNI, Alexandre Furlan, fará um balanço dos avanços e desafios para a modernização trabalhista. Por fim, os três expositores responderão a perguntas dos participantes.

REDE SINDICAL DA INDÚSTRIA - A Rede Sindical da Indústria foi criada em 2015 para intensificar o alinhamento, a mobilização em temas de interesse comum e a troca de informações entre as entidades que compõem o Sistema de Representação da Indústria - sindicatos, federações e CNI. Moderada pela CNI, a Rede conta atualmente com a participação ativa de 26 federações e de 699 líderes e executivos sindicais de 15 setores industriais. O primeiro Diálogo da Rede Sindical aconteceu em março e abordou perspectivas para a indústria em 2017.

Comentários